Especialista brasileiro comenta caso Emule Paradise

RFI

Autora: Taíssa Stivanin
Fonte: RFI

O fundador do site de download ilegal Emule Paradise Vincent Valade compareceu mais uma vez ao Tribunal Correcional de Paris nesta semana. O processo, um dos primeiros sobre pirataria no país, foi adiado mais uma vez por irregularidades na investigação, segundo informou à RFI o advogado de Valade Jean-Philippe Hugot. Vicent, um jovem francês de 24 anos, chegou a ganhar 500 mil euros em publicidade -que não foram declarados ao imposto de renda. Com uma audiência de mais 300 mil internautas por dia, Emule Paradise colocou à disposição dos internautas mais de 7 mil filmes. As produtoras e distribuidoras pedem uma indenização na Justiça de cerca de 10 milhões de euros. Valade chegou a ter sua prisão provisória decretada.

Nós entrevistamos o advogado especialista em direito eletrônico, Marcel Leonardi, que falou sobre a legislação de direitos autorais e o controle na pirataria no Brasil. Ele também nos lembrou o caso de um jovem brasileiro que vendia CDS piratas dos Beatles pela Internet, alvo da primeira condenação no país por venda de música ilegal. O processo data de 2008. O analista de sistemas de 31 anos, cujo nome foi guardado em sigilo pela Justiça, foi condenado a um ano e 8 meses de prisão.

Download.

Emule